quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

No Oscar: Professor da Uniso participa da animação “O menino e o mundo”

O primeiro longa-metragem latino americano de animação concorrente ao Oscar é “O menino e o mundo”, produção brasileira assinada pelo paulistano Alê Abreu. Desde que a lista dos indicados pela academia americana foi divulgada, no mês de janeiro, essa informação já foi amplamente veiculada, mas pouca gente sabe que há um sorocabano fazendo parte deste trabalho e que ele é professor da Universidade de Sorocaba (Uniso).
Gilberto Caserta, professor de produção gráfica, participou da Semana do Esquenta, realizada pelos cursos de Comunicação, e falou sobre a história do menino Cuca, personagem principal do filme, e como foi fazer parte dessa produção. A palestra foi na quarta-feira (24) e teve a exibição de um trailer do filme e de um clipe do rapper Emicida, cuja música faz parte da trilha sonora.
Segundo Caserta, que participou da finalização do filme, com detalhes de animação e cores, o lançamento de “O menino e o mundo” em terras brasileiras foi há dois anos, sendo disponível para compra em DVD ou digitalmente. Mas, para que pudesse concorrer ao Oscar, o filme foi lançado em janeiro de 2015 nos Estados Unidos. “Foi uma estratégia atrasar um pouco o lançamento nos EUA para que a academia aceitasse a inscrição do longa e para que ele pudesse concorrer”, afirma.
O filme não utiliza muito do diálogo, mas sim de músicas e cores. As cores quentes surgem enquanto o menino esta na zona rural, ou quando demonstra felicidade. Já para a cidade grande, as cores frias e neutras, principalmente o cinza, são as mais utilizadas, e formas geométricas são usadas para mostrar a dureza da cidade. A trilha sonora conta com a participação de Emicida, Barbatuques e Naná Vasconcellos.
“Tudo o que está no filme foi desenho do Alê, ele fez tudo no papel e depois a movimentação dos personagens foi feita digitalmente, assim como sua distribuição”, comentou o professor. “A música é uma parte muito importante do filme, já que os diálogos são bem poucos, o papel da música é demonstrar todos os sentimentos do menino, ou dos personagens que estão à sua volta”.
Para acompanhar a transmissão do Oscar, no domingo (28), torcedores sorocabanos da animação organizaram um evento. A partir das 18h o grupo estará reunido no Barracão Cultural, anexo ao Museu de Arte Comtemporânea de Sorocaba, na Avenida Doutor Afonso Vergueiro, 280. Sorteios estão previstos e o acesso é gratuito. Para mais informações procure por “Torcida Animada: O Menino e o Oscar” no Facebook.
__________________________________________
Texto: Agência JOR/Uniso (colaborou Bruna Freitas)
Fotos: Giulia Vasovino, Agência JOR/Uniso

0 comentários:

Postar um comentário